Data: sábado, 19 de setembro de 2020
Horário de Brasília: 01:33
Clima

Monitora Aracruz realiza quarta etapa de testagem para identificar pessoas contaminadas pelo novo coronavírus

06/08/2020 Raquel de Pinho SECOM/PMA

A Prefeitura de Aracruz, por meio da Secretaria de Saúde, realizou na manhã e na tarde desta quinta-feira (06/08) a quarta etapa do projeto “Monitora Aracruz”, na Praça Monsenhor Guilherme Schmitz. Durante esta etapa participaram da testagem comerciantes e comerciários de todos os segmentos do comércio do município.

 De acordo com a secretária de Saúde Clenir Avanza, o projeto “Monitora Aracruz” tem a parceria da Portocel e faz parte do Método de Wuhan caracterizado pela testagem em massa, dividida por grupos, com o objetivo de obter o número de casos assintomáticos e a disseminação do coronavírus na cidade. “Em Aracruz já foram testados as lideranças comunitárias, pescadores, lideranças religiosas e agora estamos testando as pessoas do comércio. Quanto mais testarmos, mais chance temos de frear o vírus, achatar a curva e desafogar nosso sistema de saúde”, explica a secretária.

Para a médica Alda Regina, que está trabalhando no projeto, essa ação de testagem massiva é a melhor forma de controlar a evolução e transmissão do vírus. “Pessoas assintomáticas infectam outras pessoas sem saber. Com a testagem podemos isolar e acompanhar estes casos”, informa a profissional de saúde.

A comerciante Laudicéia Pereira considera essa ação de extrema importância. “Essa é uma forma de prevenir as pessoas que trabalham no comércio e os consumidores, com quem temos contato direto. É uma forma da gente se cuidar e cuidar das pessoas com quem convivemos. Muita gente não está levando a sério a pandemia e essa doença requer cuidados e prevenção”, alerta.

O prefeito Jones Cavaglieri destaca que essa é mais uma ação do projeto “Monitora Aracruz” para o enfrentamento da situação de emergência decorrente da Covid-19 no município. “Nosso objetivo é identificar as pessoas assintomáticas, encaminhá-las para o médico da rede, oferecer os medicamentos e depois isolá-las para serem monitoradas pela nossa equipe da saúde. Com isso, vamos diminuir a contaminação e a necessidade de hospitalizar nossos munícipes”. Cavaglieri afirmou ainda que este monitoramento oferece um diagnóstico mais preciso da situação da Covid-19 e serve de base científica para orientação dos decretos.

 

   

 

TEXTO: Alessandra Mesquita
E-MAIL: comunicacao@aracruz.es.gov.br