Data: quinta, 15 de novembro de 2018.
Horário de Brasília: 04:21

Plano de Investimento para implantação do sistema de abastecimento de água e esgoto na orla é apresentado

05/11/2018

A prefeitura de Aracruz, em parceria com o Sistema Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) e a Companhia Espírito Santense de Saneamento (CESAN) realizou na tarde desta última quinta-feira (01/11), na Sala de Reuniões da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, uma apresentação de oportunidade para implantação dos sistemas integrados de abastecimento de água e de esgototamento sanitário para toda região da Orla do município de Aracruz.

Participaram do evento o Secretário de Desenvolvimento do Estado, José Eduardo Azevedo, o Coordenador de Concessão da CESAN, Jamil Guilherme, o presidente da CESAN Amadeu Welter, o Diretor do SAAE Elias Marochio, além do prefeito Jones Cavaglieri e secretários municipais.

A apresentação foi destinada aos vereadores, comerciantes e empresários, para que todos pudessem tomar ciência do projeto, cujo investimento total para fim de plano será em torno de 180 milhões de reais para os próximos 30 anos, para implantação de um sistema de esgotamento sanitário composto por estação de tratamento, estações elevatórias de esgoto bruto, estação elevatória de esgoto tratado, coletores troncos, redes coletoras, emissário de esgoto bruto, emissário de esgoto tratado e ligações domociliares, além de sistema de abastecimento de água composto por estação de tratamento, estação elevatória de água bruta, estações elevatórias de água tratada, redes de recalque, reservatórios, redes de distribuição e ligações domiciliares.

O prazo médio desse empreendimento, caso seja aprovado pelo legislativo, é de quatro anos e meio, e sua modelagem jurídica é por meio da parceria público público, em uma gestão associada com o Estado, com dispensa de licitação. Trata-se de uma forma de arranjo institucional entre Entes Federados, previsto no art. 241 da CF. Sua finalidade é prover a somatória de esforços comuns, objetivando desenvolver determinada atividade ou serviços de interesses das partes.

Na abertura das apresentações, o Diretor do SAAE Elias Marochio, fez as considerações iniciais e comentou sobre o projeto que visa atender o crescimento de Aracruz. “Gostaríamos de apresentar uma possibilidade de se implantar um sistema de tratamento de água e esgoto na orla do município. Estamos aqui para tentar replicar em Aracruz o que já foi feito na grande Vitória, com apoio do Governo do Estado. Nós temos um plano de universalizar a coleta e o tratamento de esgoto”, comenta.

De acordo com Elias, o Governo Municipal deu a responsabilidade ao SAAE de viabilizar essa meta. “Nós já estamos elaborando todo o projeto executivo para atender localidades como Vila do Riacho, Jacupemba, Guaraná, além de outras 11 comunidades de interior. E para captarmos recursos precisamos desse projeto, que é um ponta pé inicial bem forte”, explica.

O Diretor do SAAE também comentou que a autarquia levou seis meses para elaborar um projeto básico de esgotamento sanitário na Orla e viabilizar os recursos. “Diante de uma situação que quase todo mundo já conhece, que é a caótica situação sanitária do local, com lançamento de esgoto bruto diretamente no mar, o que acarreta, além de uma aversão ao turismo, um risco à saúde pública imenso, foi feita uma avaliação profunda dessas condições em cada localidade, para que pudéssemos dar uma solução. Já estudamos com a CESAN qual seria a melhor forma de se implantar um sistema de esgoto nesses locais, saindo de um patamar com condições bastante ruim para um satisfatório, o que já aconteceu, por exemplo, em praias de Guarapari, Vitória e Vila Velha, bem como na região de montanhas como Domingos Martins com resultados excelentes”, enfatiza.

Já para atender a sede administrativa, um outro projeto executivo está sendo contratado, com estudo e projeto base já prontos. “Com esse projeto concluído a prefeitura de Aracruz em conjunto com o SAAE tem a oportunidade de conseguir recursos, sendo que com o pouco que temos, já podemos estagiar a implantação das obras. Essa foi a orientação que nosso prefeito nos passou, por meio de seu planejamento estratégico”, no sentido de universalizar a coleta e o tratamento do esgoto do município, finaliza.

A conta de água
Quando questionado sobre os futuros valores da conta de água, Elias explicou aos presentes, que com relação ao aumento nas contas, isso não trará impactos aos moradores, indústrias e empresários. “O problema não vai ser a conta, ninguém será sobrecarregado. Cada segmento vai participar com seu consumo específico. Esta é uma preocupação nossa, sendo que não se pode ter uma tarifa elevada, o que inviabiliza a implantação. Todo mundo sai ganhando, o Governo do Estado com uma geração grande de empregos, turismo, e consequentemente da arrecadação. Não podemos perder essa oportunidade, pois temos uma determinação que é fazer o município crescer”, ressalta Elias Marochio.

A CESAN
Na sequência Amadeu Welter, presidente da CESAN falou das vantagens de poder contar com os serviços de uma empresa que existe desde 1967, e que já atua em 52 municípios do Estado. “Somos uma empresa de economia mista, regime jurídico de direito privado e sociedade autônoma. Já atendemos 66% dos municípios do estado e 77% de sua população. Temos uma cobertura de 99,5% de água e outros 64,1% de esgoto. Nosso crescimento na cobertura foi de 71%, sendo investidos 412 milhões nesse ano, e com uma previsão de outros 556 milhões para 2019”, explica.

A CESAN fez um mapeamento das redes de água existentes em Aracruz para estipular um valor de investimento de acordo com o crescimento populacional nos últimos 30 anos. “De imediato precisaríamos de um reforço de 28 milhões para atender a região litorânea, e outros 53 milhões para universalizar o esgoto. Precisaríamos de uns 12 meses para elaborar os estudos e projetos, mais uns cinco meses para licitar, e posteriormente assinar contrato e começar a executar essa obra, explica o presidente da CESAN.

Após as apresentações, que ainda teve a participação do Secretário de Desenvolvimento do Estado, José Eduardo Azevedo e do Coordenador de Concessão da CESAN, Jamil Guilherme, que detalhou as tarifas de água, tanto da CESAN, quanto do SAAE, uma roda de conversa foi aberta para que todos pudessem tirar suas dúvidas.



INFORMAÇÕES À IMPRENSA
Renato Lana
Tel.
E-mail: rfaria@aracruz.es.gov.br